Síndrome do Impacto

A Síndrome do Impacto do Ombro surge de alterações num osso chamado acrômio. Ele é uma continuação da escápula(antiga homoplata) e fica logo acima dos tendões do manguito rotador  e da bursa (tecido que recobre os tendões). Algumas pessoas podem desenvolver um "esporão" no acrômio ou então apresentar esse  osso em forma curva ou em gancho e, durante alguns movimentos, pode ocorrer um "impacto" nos tendões e na bursa. Esse impacto ocorre principalmente durante movimentos do braço acima da altura da cabeça e com o passar do tempo gera inflamação dos tendões e da bursa, conhecidos como: tendinite e bursite. Além disso, a evolução da doença pode ocasionar roturas parciais e totais dos tendões do manguito rotador. Na imagem ao lado, os três tipos principais de acrômio. Da esquerda pra direita, reto, curvo e ganchoso (este último com maior propensão para desenvolver a síndrome do impacto.     

   Dr. Paulo Belangero

Doutor em Ciência pela UNIFESP. Especialista em Ombro/ Cotovelo e Trauma Esportivo